logo

Menu principal


Warning: Parameter 1 to modMainMenuHelper::buildXML() expected to be a reference, value given in /home/pampabrasil/www/site/libraries/joomla/cache/handler/callback.php on line 99

Calend√°rio

Março 2015
STQQSSD
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031 

Entrada
Pampa Brasil
Florestas do Brasil ‚Äď Em Resumo

As forestas brasileiras desempenham, por meio da oferta de uma variedade de bens e servi√ßos no √Ęmbito nacional e mundial,¬† importantes¬† fun√ß√Ķes¬† sociais,¬† econ√īmicas¬† e¬† ambientais. Ocupam cerca de 61,5% do territ√≥rio brasileiro e est√£o distribu√≠das por biomas com caracter√≠sticas particulares. Proporcionam, desse modo, abrigo para a fauna, conserva√ß√£o dos recursos h√≠dricos, produtos forestais madeireiros e n√£o madeireiros, conserva√ß√£o da biodiversidade e do solo, estabilidade do clima e uma gama de valores culturais.

A conserva√ß√£o e o manejo de nossas forestas para a produ√ß√£o racional de bens e servi√ßos de forma sustent√°vel √© um desafo e tamb√©m uma oportunidade para toda a sociedade. A quantifca√ß√£o de sua extens√£o, qualidade e¬† import√Ęncia socioecon√īmica, por meio de informa√ß√Ķes atualizadas e conf√°veis, √© um aspecto importante para a valoriza√ß√£o de nossas forestas.
Florestas do Brasil ‚Äď Em Resumo proporciona uma vis√£o concisa e atualizada sobre as forestas brasileiras, naturais e plantadas, assim como sobre a sua import√Ęncia para o pa√≠s. √Č baseado em dados obtidos de fontes nacionais produzidas pelos principais atores envolvidos na gest√£o, uso e conserva√ß√£o de nossos recursos forestais.
Acreditamos que este livreto será de grande utilidade para todos aqueles que se interessam pela conservação e pelo manejo dos recursos forestais do Brasil.
Ant√īnio Carlos Hummel
Diretor-Geral do Serviço Florestal Brasileiro


Baixe o arquivo PDF para ler o livro na íntegra. Clique aqui

 

 
Remanescentes de Campos Sulinos

Introdução
O mapeamento da vegeta√ß√£o brasileira foi¬† elaborado pela primeira vez de forma cont√≠nua pelo IBGE, atrav√©s do Projeto¬† Radambrasil, numa escala correspondente a 1:5.000.000. A revis√£o e atualiza√ß√£o deste mapa (IBGE, 2004), possibilitou a elabora√ß√£o do mapa de cobertura vegetal dos Biomas brasileiros na mesma escala (IBGE, 2004). O mapeamento dos remanescentes da vegeta√ß√£o do Bioma Pampa est√° integrado ao Projeto Probio-MMA, que consiste em mapear a cobertura vegetal de cada bioma brasileiro: Amaz√īnia, Mata Atl√Ęntica, Pantanal, Cerrado, e Pampa, na escala 1:250.000.
O Bioma Pampa possui uma √°rea aproximada de 178.243 km¬≤, segundo o mapa de Biomas brasileiros elaborado pelo IBGE (2004), e abrange os campos da metade sul e das Miss√Ķes no Estado do Rio Grande do Sul. ¬†
O objetivo principal do mapeamento é a obtenção de um mapa da cobertura vegetal do Bioma Pampa na escala 1:250.000, utilizando  como referência a legenda do IBGE (1992).

Baixe o arquivo PDF para ler o artigo na íntegra. Clique aqui

 
Estado atual e desafios para a conservação dos campos

Relatamos neste documento os resultados do workshop realizado em 27 de mar√ßo de 2006 para discutir o estado atual e os desafios para a conserva√ß√£o dos campos do sul do Brasil. A iniciativa foi promovida no √Ęmbito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, atrav√©s de docentes e estudantes ligados aos Departamentos de Ecologia, Bot√Ęnica e Zoologia do Instituto de Bioci√™ncias, e ao Departamento de Plantas
Forrageiras e Agrometeorologia da Faculdade de Agronomia.


O que motivou esta reflexão foi o ritmo acelerado com que os campos estão sendo convertidos em lavouras e florestas plantadas, sem que limites sejam efetivamente estabelecidos e aplicados. A proteção dos campos tem sido negligenciada, como se tivessem menor valor para conservação se comparados às florestas nativas.

Baixe o arquivo PDF para ler o artigo na íntegra. Clique aqui

 
FLORA DO PARQUE ESTADUAL DO ESPINILHO ‚Äď BARRA DO QUARA√ć /RS

RESUMO

Foram¬† realizados¬† levantamentos da composi√ß√£o vegetal em uma √°rea de 1.617,14 ha pertencentes¬† √† Unidade¬† de Conserva√ß√£o¬† ‚Äst Parque Estadual¬† do Espinilho. A¬† √°rea¬† de¬† estudo situa-se no munic√≠pio de Barra do Quarai, entre as coordenadas UTM 6654600¬† (N) 446.500 (E)¬† e 6666400¬† (N) 463.800¬† (E). O¬† clima da¬† regi√£o¬† √© do¬† tipo Cfa de K√∂eppen,¬† com m√©dias anuais¬† de¬† temperatura¬† de¬† 23,4¬ļ¬† C¬† e¬† precipita√ß√£o¬† de¬† 1300¬† mm.¬† Os¬† solos¬† do¬† local¬† s√£o predominantemente¬† Gleissolo¬† Mel√Ęnico¬† Carbon√°tico¬† sol√≥dico,¬† hidrom√≥rficos¬† e¬† de¬† textura m√©dia. O¬† levantamento¬† da¬† vegeta√ß√£o¬† envolveu¬† coletas¬† em¬† toda¬† a¬† √°rea,¬† e¬† classifica√ß√£o¬† das esp√©cies¬† por¬† h√°bito¬† vegetativo.¬† Para¬† a¬† vegeta√ß√£o¬† arb√≥rea/arbustiva/lianas¬† e¬† ep√≠fitas,¬† foram registradas¬† 72¬† esp√©cies;¬† herb√°cea¬† 124¬† esp√©cies¬† e¬† para¬† macr√≥fitas¬† aqu√°ticas¬† 58¬† esp√©cies.
Destacam-se  como  elementos mais  expressivos  da  flora  arbórea  a  associação  de  Prosopis affinis Spreng, P.nigra (Griseb.) Hieron. e Acacia caven (Mol.) Mol., os quais caracterizam a vegetação da  região. A ocorrência de Aspidosperma quebracho-blanco Schltdl., está  restrita
no¬† estado do Rio Grande do Sul¬† √°¬† √°rea de¬† estudo. Os¬† representantes da¬† fam√≠lia Fabaceae¬† e Myrtaceae, comp√Ķem a maior parte da mata ciliar da¬† rede h√≠drica do Parque, e a vegeta√ß√£o aqu√°tica¬† apresenta¬† maior¬† diversidade¬† nas¬† √°reas¬† de¬† banhado,¬† e¬† nos¬† locais¬† de¬† pequenas
corredeiras. A √°rea do Parque representa o √ļnico ambiente de ocorr√™ncia de P.nigra e P.affinis no estado do Rio Grande do Sul e no Brasil.

Baixe o arquivo PDF para ler o artigo na íntegra. Clique aqui

 
Cartilha N√ļcleo Amigos da Terra - Pampa em Disputa
Quinta, 26 Novembro 2009 01:09

Apresentação

O N√ļcleo Amigos da Terra/Brasil vem h√° alguns anos realizando intensas campanhas para alertar a popula√ß√£o ga√ļcha,¬† em¬† especial,¬† sobre¬† os¬† impactos¬† socioambientais¬† negativos que¬† a¬† expans√£o¬† desenfreada¬† das¬† planta√ß√Ķes¬† de¬† √°rvores¬† ex√≥ticas pode acarretar √† regi√£o pampeana. Depois de realizar dois importantes semin√°rios, um discutindo os impactos destas planta√ß√Ķes (em novembro de 2005) e outro buscando alternativas sustent√°veis para o Pampa (em maio de 2007), decidiu-se pela confec√ß√£o dessa cartilha.

Por meio desse trabalho, em portugu√™s e espanhol, busca-se conscientizar a popula√ß√£o pampeana, brasileira e castelhana, sobre a import√Ęncia
da conserva√ß√£o dos campos nativos e da biodiversidade existente na regi√£o. Al√©m disso, ao apresentar algumas op√ß√Ķes produtivas sustent√°veis, procura contrapor-se frmemente √† franca expans√£o das monoculturas de √°rvores, que vem ocorrendo nos √ļltimos anos.

Baixe o arquivo PDF para ler o artigo na íntegra. Clique aqui

 
« In√≠cioAnterior123SeguinteFinal »

P√°gina 3 de 3

Produzido em Joomla!. Designed by: Free Joomla Template, website hosting. Valid XHTML and CSS.