logo

Menu principal


Warning: Parameter 1 to modMainMenuHelper::buildXML() expected to be a reference, value given in /home/pampabrasil/www/site/libraries/joomla/cache/handler/callback.php on line 99

Calend√°rio

Setembro 2014
STQQSSD
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930 

Entrada
Pampa Brasil
Florestas do Brasil ‚Äď Em Resumo

As forestas brasileiras desempenham, por meio da oferta de uma variedade de bens e servi√ßos no √Ęmbito nacional e mundial,¬† importantes¬† fun√ß√Ķes¬† sociais,¬† econ√īmicas¬† e¬† ambientais. Ocupam cerca de 61,5% do territ√≥rio brasileiro e est√£o distribu√≠das por biomas com caracter√≠sticas particulares. Proporcionam, desse modo, abrigo para a fauna, conserva√ß√£o dos recursos h√≠dricos, produtos forestais madeireiros e n√£o madeireiros, conserva√ß√£o da biodiversidade e do solo, estabilidade do clima e uma gama de valores culturais.

A conserva√ß√£o e o manejo de nossas forestas para a produ√ß√£o racional de bens e servi√ßos de forma sustent√°vel √© um desafo e tamb√©m uma oportunidade para toda a sociedade. A quantifca√ß√£o de sua extens√£o, qualidade e¬† import√Ęncia socioecon√īmica, por meio de informa√ß√Ķes atualizadas e conf√°veis, √© um aspecto importante para a valoriza√ß√£o de nossas forestas.
Florestas do Brasil ‚Äď Em Resumo proporciona uma vis√£o concisa e atualizada sobre as forestas brasileiras, naturais e plantadas, assim como sobre a sua import√Ęncia para o pa√≠s. √Č baseado em dados obtidos de fontes nacionais produzidas pelos principais atores envolvidos na gest√£o, uso e conserva√ß√£o de nossos recursos forestais.
Acreditamos que este livreto será de grande utilidade para todos aqueles que se interessam pela conservação e pelo manejo dos recursos forestais do Brasil.
Ant√īnio Carlos Hummel
Diretor-Geral do Serviço Florestal Brasileiro


Baixe o arquivo PDF para ler o livro na íntegra. Clique aqui

 

 
Remanescentes de Campos Sulinos

Introdução
O mapeamento da vegeta√ß√£o brasileira foi¬† elaborado pela primeira vez de forma cont√≠nua pelo IBGE, atrav√©s do Projeto¬† Radambrasil, numa escala correspondente a 1:5.000.000. A revis√£o e atualiza√ß√£o deste mapa (IBGE, 2004), possibilitou a elabora√ß√£o do mapa de cobertura vegetal dos Biomas brasileiros na mesma escala (IBGE, 2004). O mapeamento dos remanescentes da vegeta√ß√£o do Bioma Pampa est√° integrado ao Projeto Probio-MMA, que consiste em mapear a cobertura vegetal de cada bioma brasileiro: Amaz√īnia, Mata Atl√Ęntica, Pantanal, Cerrado, e Pampa, na escala 1:250.000.
O Bioma Pampa possui uma √°rea aproximada de 178.243 km¬≤, segundo o mapa de Biomas brasileiros elaborado pelo IBGE (2004), e abrange os campos da metade sul e das Miss√Ķes no Estado do Rio Grande do Sul. ¬†
O objetivo principal do mapeamento é a obtenção de um mapa da cobertura vegetal do Bioma Pampa na escala 1:250.000, utilizando  como referência a legenda do IBGE (1992).

Baixe o arquivo PDF para ler o artigo na íntegra. Clique aqui

 
Estado atual e desafios para a conservação dos campos

Relatamos neste documento os resultados do workshop realizado em 27 de mar√ßo de 2006 para discutir o estado atual e os desafios para a conserva√ß√£o dos campos do sul do Brasil. A iniciativa foi promovida no √Ęmbito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, atrav√©s de docentes e estudantes ligados aos Departamentos de Ecologia, Bot√Ęnica e Zoologia do Instituto de Bioci√™ncias, e ao Departamento de Plantas
Forrageiras e Agrometeorologia da Faculdade de Agronomia.


O que motivou esta reflexão foi o ritmo acelerado com que os campos estão sendo convertidos em lavouras e florestas plantadas, sem que limites sejam efetivamente estabelecidos e aplicados. A proteção dos campos tem sido negligenciada, como se tivessem menor valor para conservação se comparados às florestas nativas.

Baixe o arquivo PDF para ler o artigo na íntegra. Clique aqui

 
FLORA DO PARQUE ESTADUAL DO ESPINILHO ‚Äď BARRA DO QUARA√ć /RS

RESUMO

Foram¬† realizados¬† levantamentos da composi√ß√£o vegetal em uma √°rea de 1.617,14 ha pertencentes¬† √† Unidade¬† de Conserva√ß√£o¬† ‚Äst Parque Estadual¬† do Espinilho. A¬† √°rea¬† de¬† estudo situa-se no munic√≠pio de Barra do Quarai, entre as coordenadas UTM 6654600¬† (N) 446.500 (E)¬† e 6666400¬† (N) 463.800¬† (E). O¬† clima da¬† regi√£o¬† √© do¬† tipo Cfa de K√∂eppen,¬† com m√©dias anuais¬† de¬† temperatura¬† de¬† 23,4¬ļ¬† C¬† e¬† precipita√ß√£o¬† de¬† 1300¬† mm.¬† Os¬† solos¬† do¬† local¬† s√£o predominantemente¬† Gleissolo¬† Mel√Ęnico¬† Carbon√°tico¬† sol√≥dico,¬† hidrom√≥rficos¬† e¬† de¬† textura m√©dia. O¬† levantamento¬† da¬† vegeta√ß√£o¬† envolveu¬† coletas¬† em¬† toda¬† a¬† √°rea,¬† e¬† classifica√ß√£o¬† das esp√©cies¬† por¬† h√°bito¬† vegetativo.¬† Para¬† a¬† vegeta√ß√£o¬† arb√≥rea/arbustiva/lianas¬† e¬† ep√≠fitas,¬† foram registradas¬† 72¬† esp√©cies;¬† herb√°cea¬† 124¬† esp√©cies¬† e¬† para¬† macr√≥fitas¬† aqu√°ticas¬† 58¬† esp√©cies.
Destacam-se  como  elementos mais  expressivos  da  flora  arbórea  a  associação  de  Prosopis affinis Spreng, P.nigra (Griseb.) Hieron. e Acacia caven (Mol.) Mol., os quais caracterizam a vegetação da  região. A ocorrência de Aspidosperma quebracho-blanco Schltdl., está  restrita
no¬† estado do Rio Grande do Sul¬† √°¬† √°rea de¬† estudo. Os¬† representantes da¬† fam√≠lia Fabaceae¬† e Myrtaceae, comp√Ķem a maior parte da mata ciliar da¬† rede h√≠drica do Parque, e a vegeta√ß√£o aqu√°tica¬† apresenta¬† maior¬† diversidade¬† nas¬† √°reas¬† de¬† banhado,¬† e¬† nos¬† locais¬† de¬† pequenas
corredeiras. A √°rea do Parque representa o √ļnico ambiente de ocorr√™ncia de P.nigra e P.affinis no estado do Rio Grande do Sul e no Brasil.

Baixe o arquivo PDF para ler o artigo na íntegra. Clique aqui

 
Cartilha N√ļcleo Amigos da Terra - Pampa em Disputa
Quinta, 26 Novembro 2009 01:09

Apresentação

O N√ļcleo Amigos da Terra/Brasil vem h√° alguns anos realizando intensas campanhas para alertar a popula√ß√£o ga√ļcha,¬† em¬† especial,¬† sobre¬† os¬† impactos¬† socioambientais¬† negativos que¬† a¬† expans√£o¬† desenfreada¬† das¬† planta√ß√Ķes¬† de¬† √°rvores¬† ex√≥ticas pode acarretar √† regi√£o pampeana. Depois de realizar dois importantes semin√°rios, um discutindo os impactos destas planta√ß√Ķes (em novembro de 2005) e outro buscando alternativas sustent√°veis para o Pampa (em maio de 2007), decidiu-se pela confec√ß√£o dessa cartilha.

Por meio desse trabalho, em portugu√™s e espanhol, busca-se conscientizar a popula√ß√£o pampeana, brasileira e castelhana, sobre a import√Ęncia
da conserva√ß√£o dos campos nativos e da biodiversidade existente na regi√£o. Al√©m disso, ao apresentar algumas op√ß√Ķes produtivas sustent√°veis, procura contrapor-se frmemente √† franca expans√£o das monoculturas de √°rvores, que vem ocorrendo nos √ļltimos anos.

Baixe o arquivo PDF para ler o artigo na íntegra. Clique aqui

 
« In√≠cioAnterior123SeguinteFinal »

P√°gina 3 de 3

Produzido em Joomla!. Designed by: Free Joomla Template, website hosting. Valid XHTML and CSS.